Free songs

Encerramento do Jubileu da Família Vicentina no Vale do Jequitinhonha – 2010

7 de maio de 2014
VOLTAR

A Família Vicentina da Missão-Paróquia do Vale do Jequitinhonha celebrou com alegria e entusiasmo, no dia 26 de setembro, o encerramento do Jubileu Vicentino, com uma Solene Celebração Eucarística.

Estavam presentes os Padres da Missão e as Filhas da Caridade que trabalham na região, muitos jovens e adolescentes dos nossos quatro grupos de Juventude Marial Vicentina, os experientes confrades e consócias da Sociedade de São Vicente de Paulo, espalhados pelas cidades e pelas comunidades rurais, e os Missionários Leigos Vicentinos, que começaram este ano sua caminhada como núcleo vicentino.

Antes, como Família e por causa deste Jubileu, as duas cidades já tinham se reunido na celebração de Santa Luísa de Marillac em março e na comemoração do Beato Frederico Ozanam, em setembro. Agora, depois de um tríduo celebrado em Francisco Badaró, com o tema Caridade e Missão, e de duas celebrações em Jenipapo de Minas, uma na cidade e outra na Comunidade São Vicente de Paulo, fundada recentemente na zona rural, toda a Família Vicentina novamente se reuniu para esta celebração.

Celebrando São Vicente de Paulo, tanto as cidades como as comunidades rurais que têm grupos vicentinos, puderam se confraternizar e escutar juntas a Palavra de Deus, que continua provocando e questionando, como fez há 350 anos. A Palavra de Deus, aliada à dura realidade de pobreza do Vale do Jequitinhonha e do mundo, provocou todos os vicentinos presentes para um novo tempo de Caridade e Missão. Como o profeta Isaías (cf. Is 52,1-10), a liturgia nos motivou a gritar das alturas que este mundo precisa ser transformado, que não dá mais para continuar aceitando a miséria e a exclusão social, que afasta da vida e da dignidade multidões de irmãos e irmãs nossas. E seguindo o Apóstolo Paulo (cf. 1Cor 1,26-31;2,1-2), a Celebração nos convocou a fazermos também nós a decisiva opção pelos Pobres, escolhidos de Deus. Assim como o próprio Deus, também nós vicentinos fomos convidados a renovar nossa opção pelos Pobres, escolhendo-os para dividir com eles os melhores anos de nossa vida e de nossos esforços.

Encerrado este Jubileu, nosso desejo é que a força e o dinamismo de Vicente de Paulo e Luísa de Marillac nos impulsionem cada vez mais para correspondermos ao dom que Deus nos deu como missão: o carisma do serviço e da evangelização dos Pobres, tão presentes e explorados nestes sertões do Vale do Jequitinhonha.