VOLTAR

vida comunitaria2

  1. Nenhum membro da PBCM assuma ofício ou emprego fora da mesma PBCM, sem autorização do Visitador com seu Conselho.
  1. Os adidos devem pertencer à Casa ou ao Grupo de Coirmãos à semelhança de Casa, que possam mais facilmente freqüentar, segundo as normas do número 14 dos EE. da CM.
  1. Cada Coirmão, segundo sua condição, oferecerá uma missa na intenção de cada Coirmão falecido da PBCM (EE. 27, § 4).
  1. Cada Coirmão tem direito a três missas a serem celebradas, mensalmente, na própria intenção, sem espórtula (EE, 28).
  1. O Projeto Comunitário, elaborado para um período mínimo de 3 anos e remetido ao Conselho Provincial Para sua aprovação, seja revisto periodicamente (CC. 27 e EE. 16).
  1. Cada Coirmão, idoso ou doente, terá à sua disposição para tratamento ou habitação a Casa Dom Viçoso, a fim de receber uma assistência digna e conveniente. Durante a convalescença ou buscando esporadicamente qualquer auxílio que a Casa possa oferecer, o Coirmão seguirá as normas da Casa.
  1. Os Coirmãos não brasileiros poderão viajar de férias a seu país de origem, de dois em dois anos ou conforme contrato estabelecido entre a PBCM e a Província de origem do Coirmão.