Família Vicentina Regional de Belo Horizonte/MG

A equipe da Família Vicentina Regional de Belo Horizonte é um grupo eclesial de caráter missionário e não governamental e sem fins lucrativos. É constituída por representantes dos diversos “Ramos da Família Vicentina” Congregação da Missão (CM), Filhas da Caridade (FC), Fráteres Nossa Senhora Mãe da Misericórdia (FM), Juventude Marial Vicentina (JMV), Leigos Missionários Vicentinos (LMV), Associação Internacional da Caridade (AIC), Sociedade de São Vicente de Paulo (SSVP).

A Equipe exerce um trabalho missionário e voluntário. Tem como campo de atuação a grande BH e outros Estados do País.


APRESENTAÇÃO

Caros irmãos,

Concebamos a Família Vicentina como uma árvore frondosa que na sua naturalidade dá saborosos e significativos frutos.

Sustentada pelo seu tronco forte, o Carisma Vicentino e revigorada pela sua seiva, a espiritualidade, a mística, as orações e o compromisso dos ramos e de cada um de nós em particular, a Família Vicentina atua hoje com os mesmos “olhos” de Vicente de Paulo.

No presente, frente às realidades desafiadoras, ela se debruça sobre os pobres como uma mãe a proteger os seus filhos com caridade e compaixão, amenizando as dores da exclusão e do desalento.

Lança um olhar ao passado para fortalecer suas “raízes”, revigorar suas forças e se inspirar na grande fonte, seu fundador, Vicente de Paulo.

Lança um olhar ao futuro, mirando horizontes novos, querendo se formar bem para oferecer um serviço melhor aos seus Mestres e Senhores, “os pobres”.

A Família Vicentina Regional de Belo Horizonte, dentro dessa dinâmica, deseja ser, não melhor do que outros regionais ou outras instituições, mas somar forças, e com simplicidade, humildade, mansidão, mortificação e zelo, contribuir com a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo para a construção do reino de Deus.

Que Deus nos abençoe nesta “Missão”!

Pe. Raimundo João da Silva, CM

P/ Coord. da Família Vicentina Regional de Belo Horizonte / MG

1. REPRESENTANTES DOS RAMOS DA FAMÍLIA VICENTINA REGIONAL DE BELO HORIZONTE/MG

CONGREGAÇÃO DA MISSÃO (PBCM)
Representantes:
Coordenação: Pe. Raimundo João da Silva, CM
Seminarista: Luis Carlos do Vale Fundão
Seminarista: Vanderlei Alves dos Reis

JUVENTUDE MARIAL VICENTINA (JMV)
Representante: Rafael Felipe Cruz

COMPANHIA DAS FILHAS DA CARIDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO (FC)
Representante: Irmã Eliana Aparecida Ferreira, FC

ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE CARIDADE (AIC)
Representante: Maria das Mercês Nunes de Souza

FRATERES DE NOSSA SENHORA MÃE DE MISERICÓRDIA
Representante: Frater Cristino Gemer

SOCIEDADE SÃO VICENTE DE PAULO (SSVP)
Representante: Nilo Eustáquio

MISSIONÁRIOS LEIGOS VICENTINOS (MISEVI)
Maria Rosa Momesso de Castro (Coordenadora Nacional)
Padre Alexandre Nahas Franco, CM (Assessor Espiritual Nacional)

REPRESENTANTES DOS NÚCLEOS DO MISEVI
Núcleo de Contagem – Rafilda Fernandes Costa
Núcleo Bairro São Francisco – Lazara Cândida Pereira
Núcleo Santa Luzia – Ivonete Silva Machado
Núcleo Paulo VI – Iolanda Aparecida Machado

ASSOCIAÇÃO DOS EX-ALUNOS DO CARAÇA (AEALAC)
Representante: Mariano Pereira Lopes

2. LOCAL DAS REUNIÕES DA EQUIPE:
Sede do Conselho Metropolitano de Belo Horizonte / MG (SSVP)
Rua Curitiba, 1.709
Lourdes
CEP: 30.170-122 – Belo Horizonte – MG

3. ENDEREÇOS E TELEFONES PARA CONTATOS COM A COORDENAÇÃO:

SECRETARIADO DA FAMÍLIA VICENTINA / BH – MG
Rua Itapetinga, n. 4001 – São Francisco
31.970-270   Belo Horizonte – MG
Telefone: (31) 3441. 99. 36

INSTITUTO SÃO VICENTE DE PAULO
Rua Itapetinga, n. 4001 – São Francisco
Caixa Postal 4740 (CEP 31270-971)
31950-640   Belo Horizonte – MG
Telefone: (31) 3427. 04. 61

4. OBJETIVO GERAL

Inspirados e motivados pelo ideal do Reino inaugurado por Jesus e pela espiritualidade e mística vicentina de serviço aos mais pobres, temos por meta ou objetivo geral, incentivar, assessorar e coordenar as diversas iniciativas missionárias de inspiração vicentina, desenvolvidas dentro e fora de Belo Horizonte.

5. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

5.1 – Pensar, organizar e realizar anualmente as “Missões Populares da Família Vicentina e a Pós-Missão” em regiões carentes.

Objetivos desta atividade:

Experimentar a presença de Deus na própria vida; valorizar o Dom da vida que recebeu; ajudar as pessoas a dar um sentido autêntico à própria vida dentro das situações sócio-econômica, cultural e religiosa em que vivemos. Ser cada vez mais sujeitos históricos.

Voltar-se para Jesus Cristo, para nEle descobrir o verdadeiro rosto de Deus, Pai que nos ama; para aprender a olhar a vida e as pessoas com os olhos de Jesus; a fim de acolher os outros como Ele acolhia; para ter os mesmos sentimentos que Jesus tinha (Fl 2,5) para seguir o seu caminho.

Em nome do Deus da Vida, da Libertação e da Misericórdia comprometer-se e convidar todo o povo para o grande mutirão em defesa da dignidade de todos, de maneira especial em favor dos empobrecidos e excluídos. Despertar as pessoas para o compromisso com movimentos e organizações populares que, sem interesses e com gratuidade, lutam em defesa da vida do povo.

Renovar a vida da comunidade cristã: aproximando-a do seu ideal de viver como as comunidades dos apóstolos (At 2,42-47); corrigindo seus defeitos e infidelidade, (1Cor 11,17-34). Ajudar na construção de Comunidades: Igreja-Participativa-Missionária e Misericordiosa; tornando-a um lugar de referência para a vida das pessoas, como um lugar onde o próprio Deus está e se deixa encontrar (1Cor 14,25).

Valorizar, vivenciar e purificar à luz do Evangelho as nossas culturas e a religião popular, com seus símbolos, seus santos, suas devoções, seus gestos, ritmos, cantos, expressões corporais, rezas, tradições, costumes, ritos, sonhos. Exercer evangelização a partir da Inculturação e do diálogo inter-religioso dentro dos desafios da atualidade.

Despertar nas pessoas o gosto pelo testemunho e pelo anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, feito de maneira gratuita e inteligente. É o gosto pela missão. É ser discípulos e missionários de Jesus Cristo anunciando o seu Evangelho, no estilo do apóstolo Paulo que chegou a gritar “Ai de mim se eu não anunciar o Evangelho” (1Cor 9,16).

Método das Missões Populares:

Alguma forma de participação na condição de vida da comunidade e das pessoas, vivendo a vida que o povo vive, participando com o povo do trabalho que ele realiza no dia-a-dia.

Contato direto, concreto, corpo-a-corpo com o povo (visitas domiciliares), visitar todas as casas, independente do credo religioso que professam. Além da presença amiga, da conversa descontraída e informal, orar pela família, pelas crianças, pelos doentes, abençoar a casa se a família manifestar interesse.

Realizar pelo menos uma atividade ligada à área da formação: (cursos para catequistas, animadores de grupos Fé e Vida, Equipes de Liturgia, Jovens; reuniões com Grupos de Casais, com membros do Conselho de Pastoral da Comunidade, etc).

Pelo menos uma atividade na área celebrativa (Celebração Eucarística; Celebração da Palavra com ou sem Eucaristia; Celebração da Penitência; Via- Sacra; Caminhadas; Terços Missionários, etc).

Alguma atividade na área social que envolva a caridade e a solidariedade.

Não é prioridade das Missões Populares Vicentinas, a celebração de sacramentos, exceto Eucaristia, Penitência e Unção dos Enfermos.

Concentração maior no início e no final das missões. Celebração de Envio, Caminhadas e Celebração Final).

Promover e realizar o “Curso para Formação de Missionários leigos” (MISEVI).


5.2. Programar e realizar o Curso de Formação Missionária Vicentina.

Objetivos desta atividade:

Aprofundar a Mística e a Espiritualidade Vicentina.

Proporcionar aos Leigos maior aprofundamento da vocação, do objetivo, da natureza e do conteúdo da Missão da Igreja e, especificamente das Missões Populares Vicentinas.

Fortalecer o espírito missionário junto aos pobres.

Buscar respostas aos desafios apresentados pela realidade sócio-política e econômica e cultural que nos são apresentados hoje.

Capacitar agentes de pastoral para as Missões itinerantes e para as Missões Permanentes e de longa duração, em cada obra dos respectivos ramos.


5.3 – Promover e dinamizar o dia de Oração em Comum da Família Vicentina na região de Belo Horizonte.

Objetivos desta atividade:

Promover e celebrar com “esmero”, na simplicidade o “Dia de Oração em Comum” em honra ao nosso patrono e fundador, São Vicente de Paulo.

Promover momentos de encontros e de confraternização.

5.4 – Acompanhar e estimular o aspecto missionário presente nas obras onde atuamos ou de inspiração vicentina, sobretudo nos núcleos de missionários leigos vicentinos (MISEVI).


Objetivos desta atividade:

Acompanhar e assessorar os vários núcleos de missionários existentes em nossas obras e dos outros ramos da Família Vicentina.

Fortalecer em nossa ação apostólica e em nosso ministério a tônica missionária vicentina.Desenvolver de forma mais abrangente, a comunicação entre os ramos da Família Vicentina e com os outros órgãos e comunidades da Igreja.

5.5 – Assessorar a Família Vicentina da região de Belo Horizonte.

Objetivos desta atividade:

Promover a formação permanente dos assessores da Família Vicentina.

Manter “acesas as luzes que brotaram do 1o Encontro de Assessores da FV da região de Belo Horizonte, para que cada vez mais, as sombras que obscurecem a caminhada da Família Vicentina possam dar lugar à claridade de um verdadeiro Vicentinismo, que impregnado de Jesus Cristo torna-se fonte de libertação para os pobres”.

Auxiliar, através de assessoria, as atividades educacionais dos outros ramos da Família Vicentina.

6. EQUIPE DE ASSESSORIA DA FAMÍLIA VICENTINA REGIONAL DE BELO HORIZONTE

Pe. Raimundo João da Silva, CM – Assessor e coordenador da equipe da Família Vicentina, regional de Belo Horizonte e Assessor Espiritual do CMBH – SSVP – BH.
Pe. Célio Maria Dell’Amore, CM – Superior da Casa Dom Viçoso – BH.
Pe. José Evangelista de Souza, CM – Professor de História no seminário maior da Diocese de Mariana.
Pe. Tadeu de Oliveira Porto, CM – Paróquia do Pai Misericordioso – Bairro Paulo VI – BH.
Pe. Alexandre Nahass Franco, CM – Superior do Instituto São Vicente de Paulo – BH.
Pe. Weliton Martins Costa, CM – Coordenador do Serviço de Animação Vocacional da PBCM e auxiliar da formação no Instituto São Vicente de Paulo – BH.
Pe. Antônio Gomes, CM – Instituto São Vicente de Paulo – BH.
Ir. Deoclides Magalhães Rodrigues, CM – estudante do 4º ano de teologia – Paróquia do Pai Misericordioso – BH.
Ir. Osmar Rufino Damaso, CM – estudante do 4º ano de teologia, auxiliar da formação no Instituto São Vicente de Paulo – BH.
Luis Carlos do Vale fundão, CM – estudante do 4º ano de teologia, representante do Teologado São Justino de Jacobis na Equipe Regional da Família Vicentina de Belo Horizonte.
Vanderlei Alves dos Reis, CM – estudante do 1º ano de teologia, representante do Teologado São Justino de Jacobis na Equipe Regional da Família Vicentina de Belo Horizonte.
Vinícius Augusto R. Teixeira, CM – estudante do 2º ano de teologia – BH.
Irmã Ana Alves da Rocha, FC – Serviços e projetos sociais – BH.
Irmã Maria Luiza de Andrade, FC – Serviço de Animação Vocacional das Filhas da Caridade – BH.
Irmã Lígia, FC – BH.
Irmã Fátima Rodrigues, FC – BH.
Irmã Heloísia Helena, FC – BH.
Frater Nicassio, FNSMM – BH.
Frater Crisitno Gemer, FNSMM – BH.
Geovani Pontel, Missionário Leigo – BH.
Carlos Roberto Cremonezze, Missionário Leigo – BH.
Irmã Jane Carla, FC – Assessoria à Juventude Marial Vicentina (JMV)
Rafael Cruz – Assessoria à Juventude Marial Vicentina (JMV).
Marisa Aparecida Domingos (psicóloga – BH)

Contamos com o auxílio de outros membros da Família Vicentina que dentro das suas disponibilidades possam assessorar atividades formativas a convite dos diversos ramos em Belo Horizonte ou outras cidades.

7. CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2007

Dia Horário Local Atividade

JANEIRO

05 – 28 – P. M. Milag. Riac. Fdo II DF Missões Populares Vicentinas

FEVEREIRO

28/02 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP 1ª Reunião da Equipe Ordinária da Equipe / FV

MARÇO

28 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP Reunião da Equipe Ordinária da Equipe / FV

30,31, 1/04 – Curitiba – Paraná Br. Encontro Nacional da Família Vicentina

ABRIL

01- 08 – Em toda a Igreja Semana Santa

21-22 – Aparecida / SP Romaria da Sociedade de São Vicente de Paulo

25 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP Reunião da Equipe Ordinária da Equipe / FV

MAIO

13 – Aparecida / SP V CELAM

30 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP Reunião da Equipe Ordinária da Equipe / FV

JUNHO

7-10 – C. de Macaúbas / Sta. Luzia Enc. dos Missionários da Família Vicentina

27 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP Reunião da Equipe Ordinária da Equipe / FV

JULHO

19-29 – PBCM e Família Vicentina Visita do Superior Geral – Pe Gregory Gay

29 8:00 Serra da Piedade Rom. da Sociedade de São Vicente de Paulo

AGOSTO

05 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º e 2º anos)

19 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º ano)

26 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º e 2º anos)

29 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP Reunião da Equipe Ordinária da Equipe / FV

SETEMBRO

16 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º ano)

23 09:00 Colégio Pio XII Dia de Oração em Comum da Família Vicentina

26 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP Reunião da Equipe Ordinária da Equipe/FV

30 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º e 2º anos)

30 – Diversos Solenidade de São Vicente (Cada Ramo – Separadamente)

OUTUBRO – Mês dedicado às Santas Missões Populares

14 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º ano)

28 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º e 2º anos)

31 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP Reunião da Equipe Ordinária da Equipe / FV

NOVEMBRO

04 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º e 2º anos)

11 08:00 Inst. São Vicente de Paulo Curso de Missionários Leigos (1º e 2º anos)

25 08:00 A definir Ret. Esp. Para Missionários da F. Vicentina

28 14:30 SEDE DO CMBH – SSVP Reunião da Equipe Ordinária da Equipe / FV

JANEIRO / 2008

05 – 27 – P. M. Milag. Riac. F. II – DF Pós-Missão

05 – 27 – P. Ssmo S. Paraquaçú de MG Missões Populares Vicentinas

8. ATIVIDADES PARA SEREM DESENVOLVIDAS FUTURAMENTE

• Festival de Músicas Vicentinas
• Apoio a projetos que já existem ou que possam surgir nos diversos ramos da Família Vicentina
• Reuniões da equipe de assessoria da Família Vicentina
• Atualização do método das Missões Populares Vicentinas
• Outros:


9. ORAÇÃO DA FAMÍLIA VICENTINA
Senhor Jesus, tu que te fizeste pobre,
Faze que tenhamos os olhos e o coração voltados para os pobres
E que possamos reconhecer-Te neles;
Em sua sede, em sua fome, em sua solidão e em sua dor.
Suscita em nossa Família Vicentina
A unidade, a simplicidade, a humildade
E a chama de caridade
Que inflamou o coração de São Vicente de Paulo.
Dá-nos a força para que, fiéis à prática dessas virtudes,
Possamos contemplar-te e servir-te na pessoa dos pobres
E um dia unirmo-nos a Ti e a eles no teu reino.
Amém!