41ª ASSEMBLEIA GERAL DA CONGREGAÇÃO DA MISSÃO

Visite o site oficial: www.cmglobal.org/es/asamblea-general/


Dia 02/07/2010 – 5º dia

A Celebração Eucarística foi presidida pelo Pe. Michael NGOKA, Vice-Visitador da Nigéria, às 7 horas, na Capela São Vicente de Paulo.

Às 9 horas, no Auditório da Cúria Geral das Filhas da Caridade, após a oração, as felicitações aos aniversariantes e a leitura de mensagens aos assembleístas enviadas pelo sub-diretor geral da Associação da Medalha Milagrosa e pelo Cardeal Franc Rodé procedeu-se a leitura e aprovação da ata.

Pe. Jean LANDOUSIES, moderador do dia apresentou algumas informações e anúncios:

  • O Coirmão responsável pelos Arquivos da Casa Mãe propõe acolher os assembleístas de acordo como seguinte agenda: dia 5 aos de língua francesa, dia 8 aos de língua espanhola e dia 9 aos de língua inglesa.
  • Pe. Getúlio Mota Grossi, da Província do Rio de Janeiro, oferece a todos um texto para reflexão intitulado “Fidelidade ao primeiro amor. Reflexão-Meditação: humilde colaboração de um irmão mais velho”
  • Avisos de ordem prática.

Pe. Miles J. HEINEN, diretor do Secretariado Vicentino de Solidariedade (VSO) apresentou o histórico, membros e relatório das atividades realizadas pelo VSO nos anos de 2002 a 2010.

Na primeira mesa redonda do dia, com o título “Ministérios Criativos” foram apresentados os trabalhos desenvolvidos por:

  • EMBER TEAM – Mary O’BROIN
  • Vídeo sobre a Pastoral Rodoviária – Prov. de Curitiba
  • Ilhas Salomão
  • Eritreia – Pe. Zeracristos Yosief
  • Formação de Leigos na Prov. do Rio de Janeiro – Pe. Agnaldo.

No trabalho por Grupos Linguísticos foi tratado de projetos que as Províncias vêm desenvolvendo e que poderiam ser apresentados como “Ministérios Criativos”. As conclusões dos grupos foram entregues por escrito aos sintetizadores. Não houve plenário.

Iniciando os trabalhos da parte da tarde foi apresentado um vídeo sobre os deafios enfrentador pelos portadores de necessidades especiais na China.

Pe. Robert P. MALONEY e Pe. Ermínio ANTONELLO foram os participantes da Mesa Redonda sobre a Campanha da Família Vicentina “Mudança de Estruturas”.

Pe. Maloney apresentou um histórico da Campanha, um relatório das atividades que já foram desenvolvidas e dos subsídios produzidos. Destaque para o livro “Sementes de Esperança” que já foi traduzido para várias línguas. A conferência do Pe. Maloney foi uma síntese do texto deste livro.

Pe. Antonello apresentou projeto desenvolvido pela Família Vicentina da Itália “Uma Gota de Vida” em favor das Missões Estrangeiras. Este projeto tem como objetivo principal proporcionar o acesso à Água para os Pobres das Missões de: Madagascar, Moçambique, Congo, Camarões, Nigéria, Eritréia, Etiópia, Albânia, Ucrânia. São 15 projetos concretos no valor mínimo de 375mil euros.

Finalizando as apresentações Pe. Maloney falou do Projeto ZAFÉN (é nossa responsabilidade; isto nos diz respeito) de Micro-Financiamento para o Haiti.

Passou-se então aos Grupos de Trabalho Linguísticos, seguido de apresentação das conclusões em plenário. As questões apresentadas foram:

1. Além dos projetos mencionados hoje com quais outros projetos de “Cambio Sistémico” está você familiarizado em sua Província ou país? Por favor, descrevê-lo.

  • As respostas que apresentamos a seguir são as que foram apresentadas pelo Grupo de Língua Portuguesa
  • Projeto CPF (Construindo e Preparando o Futuro) que pode ser encontrado na edição brasileira do livro “Sementes de Esperança” ou através de informações com a Equipe Provincial de Ação Social da PBCM: pbcm@pbcm.com.br

2. Em que outros Projetos de “Cambio Sistémico” sugerem que deveria comprometer-se a Congregação da Missão ou a Família Vicentina Internacional?

  • Projetos que tenham a ÁGUA como elemento principal pela sua importância na vida de todas as pessoas, em especial para os pobres. Projetos que visem à preservação, a proteção e a possibilitar que os Pobres tenham acesso à Água como elemento essencial para a vida e para o desenvolvimento de uma série de outras atividades, tais como, a produção alimentar, a geração de renda, o equilíbrio ecológico, a melhoria das condições de vida etc.
  • Investir em Projetos centrados na Educação/Formação de qualidade. Não apenas no aspecto acadêmico, mas destacando a educação como instrumento para a formação da consciência crítica, sócio-política-econômica. Com metodologia que leve verdadeiramente à participação, à vivência dos valores apresentados e vividos como Boa Notícia por Jesus. Educação e pedagogia que levem “o dominado a tomar consciência e a arrancar a figura do dominador que se encontra introjetada dentro do seu próprio ser”.
  • Projetos que levem a fortalecer a participação em Organismos de Defesa dos Direitos Humanos e Promoção da Justiça e da Paz.
  • Lutar pela legalidade e documentação dos imigrantes na Europa e do Direito de Ir e Vir.

3. Têm perguntas que queiram apresentar sobre os projetos de “Cambio Sistémico” em geral ou sobre os projetos descritos esta tarde pelo Pe. Maloney e o Pe. Antonello?

  • Qual é a teologia, a inspiração bíblica e o modelo eclesiológico que fundamentam ou devem fundamentar a Campanha pela Mudança de Estruturas?

Pe. MALONEY e Pe. ANTONELLO agradeceram pela riqueza dos relatórios e dos projetos apresentados e responderam algumas das questões propostas pelos grupos. Os trabalhos foram encerrados às 18 horas.

Durante o jogo Brasil X Holanda estávamos todos em plenário. Por aqui a coisa é muito séria. Para sair ou deixar a Assembleia precisa-se de permissão do Plenário. No entanto, para nossa tristeza encerrada a sessão fomos informados de que o Brasil voltaria para casa antes do final da competição. À noite estávamos torcendo por Gana, em solidariedade aos mais Pobres, evidentemente, mas o Uruguai foi melhor, ou será que Gana é que não foi bem nos pênaltis?