Deixe -nos ir para a frente, cheio de esperança!

Por Jorge Luis Rodriguez

O último dia da Assembleia começou por recordar todos aqueles que morreram ou foram feridos no ataque de ontem em Nice, França e orando por eles. Após a aprovação da comunicação minutos todos os dias e alguns anúncios foram convidados para a participação da Conferência em um diálogo direto com o Superior Geral, na expectativa de delegados para os próximos seis anos. Os temas primordiais foram: promoção vocacional, programas de formação, reconfiguração, missões internacionais, colaboração interprovincial, confrades de animação através de visitas e escrito com vista a apoiar a Família Vicentina e cuidar do meio ambiente. Em seguida, Pe Tomaz agradeceu aos delegados para tais sugestões.

Depois de uma curta pausa, deu anunciou que o documento final foi sendo revisto versão do Inglês e Francês, uma vez que o texto original foi escrito em espanhol. A Assembleia decidiu, então, fazer uma pausa até depois do almoço.

Depois de voltar à sala de reuniões da Assembleia, a Comissão Síntese e Composição apresentou o Documento e Linhas de Acção, com as adaptações solicitadas novamente. Depois de uma breve deliberação, uma modificação foi proposta anfitrião imediatamente. A Assembléia aprovou, em seguida, as alterações feitas para o documento final da Comissão, dando a placet, assim, na sua totalidade, o documento final.

Depois de um curto intervalo, os grupos continentais apresentaram suas próprias linhas de ação para a Assembleia. Mais tarde, o Padre Jorge Rodriguez, Diretor de Comunicações apresentou um vídeo que recolheu os momentos mais especiais da Assembleia, em fase de conclusão. Com esta apresentação, todos com grande alegria poderia fazer um passeio desta reunião foi uma graça do céu. Finalmente, o Padre Tomaz, com a aprovação dos delegados deu por encerrada a Assembleia.

A Assembleia, em seguida, foi para o lugar onde tinha começado, a Igreja de São Vicente de Paulo, onde a celebração eucarística teve lugar. O presidente da celebração, Pe Tomaz convidou a todos para se estabelecer firmemente na oração com estas palavras: ” lá são três livros que deve sempre ir com a gente onde quer que vamos: Sagrada Escritura, o breviário, as normas comuns e as Constituições “.Direita lá, disse que vai fazer uma peregrinação à Capela da Rue de Bac e Casa Mãe, em Paris, antes da instalação, em Roma. Finalmente Pe Tomaz convidou a todos para seguir em frente. “Deixe ‘s continuar sonhando, mas deixe de fazê-lo juntos. Se um irmão sonha sozinho, o sonho é não mais do que um sonho, mas se nós sonhamos juntos, a vida de sonho quase certamente ser cobrado “.

Assim, a Quarenta e Segunda Assembléia Geral da Congregação da Missão concluiu.

Deixe -nos ir para a frente, cheio de esperança!