VOLTAR

Música: A aldeã dos pobres

Letra:

MARGARIDA NASEAU! MARGARIDA NASEAU! MARGARIDA NASEAU!/ EIS NO GRITO DOS POBRES/ SUA RESPOSTA DE AMOR!
1. Lá na sua aldeia, a menina feliz ouviu o Senhor/ Coração palpitante num apelo constante se fez todo amor/ E nos braços da graça do Deus que abraça partiu e acolheu/ A miséria, contente, num amor sorridente aos pobres se deu!

2. A humilde menina na fé que anima quis mais se doar./ Aos passantes pedia e alegre insistia em lhes ensinar…/ E assim aprendeu para os pobres correu: quem ama se dá/ Margarida Naseau, totalmente doada à pobreza e à dor!

3. Foi assim que bem cedo, a peste ceifou tão bela semente…/ Que brotou e cresceu e de flores e frutos a terra se encheu./ Margarida Naseau, vem conosco ser luz, queremos lutar…/ Neste mundo de pobres, no pobre mais pobre é Cristo quem está!