A todos os membros da Família Vicentina

Queridos irmãos e irmãs,

A graça e a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo encham seus corações agora e sempre!

Nos anos anteriores, tínhamos combinado fazer um resumo das atividades da reunião da Família Vicentina Internacional, com o tema para a festa de São Vicente de Paulo. Este ano decidimos que tenham em suas mãos, com a maior rapidez, um resumo da ata e, mais adiante, lhes escreverei uma carta com o lema para a celebração da festa de São Vicente.

Decidimos separar o resumo da carta em si para que a Família Vicentina não tenha que esperar tanto tempo para conhecer o que tratamos na reunião do final de janeiro, separando-o do tema da festa de São Vicente. Isso dá a cada um de nós a oportunidade de centrar-nos mais no que é a festa em si, e este será o tema da comunicação que receberão do Superior Geral.

Como terão notado, desta vez me dirijo a vocês num formato “distinto”. Na segunda página da Ata resumida, verão que escolhemos um logotipo para a Família Vicentina e se diz textualmente que “será utilizado na próxima comunicação do Superior Geral”;esta carta é a “próxima comunicação” depois da reunião. Junto com a Ata receberão também um documento com a reprodução do logotipo e sua explicação.

Peçamos ao Senhor que seja ele mesmo quem nos indique, em cada momento, o que espera de cada um de nós, em nossas tarefas de assessoria e de serviço direto a nossos irmãos, os Pobres.

Seu irmão em São Vicente,

G. Gregory Gay, C. M.,

Superior Geral

Logotipo da Família Vicentina

Logotipo da Família Vicentina

A Família Vicentina vive e manifesta a espiritualidade de São Vicente de Paulo, que expressou e tornou vida de um modo particular a experiência do Evangelho. A espiritualidade vicentina se caracteriza por sua encarnação no mundo, por tornar visível no meio dos mais pobres a salvação que vem do Senhor.

O mundo, a realidade atual, é o campo de ação de toda a Família e é nele que procuramos concretizar a mensagem evangélica do Senhor Jesus.

O mundo é o horizonte de ação da Família Vicentina. O logotipo o representa pela linha do horizonte em azul. As linhas em cores de fogo e as verdes buscam traçar uma imagem do mundo, com seus paralelos e meridianos… A sigla FAMVIN está marcada por essas linhas, simbolizando o compromisso com o mundo. A Missão confiada à Família Vicentina desde São Vicente de Paulo é o anúncio da Boa Nova aos Pobres, a partir da ótica do Cristo Pobre.

As linhas verdes, além de traçarem uma “imagem das linhas” do mundo, formam uma cruz. A missão da Família Vicentina é descobrir em cada rosto de um Pobre, o rosto do Senhor Crucificado e Ressuscitado. Cada rosto é uma imagem do Senhor que se apresenta a nossos sentidos e questiona a vocação missionária de toda a Família. A cor verde recorda que é uma cruz de vida e de esperança.

As outras três linhas que “seguem” a cruz recordam as três grandes “vocações” dentro da Família Vicentina: Os Missionários, as Filhas/Irmãs da Caridade os numerosos grupos leigos: Associação Internacional de Caridades, Sociedade de São Vicente de Paulo, Juventude Marial Vicentina, Associação da Medalha Milagrosa, Missionários Leigos Vicentinos, etc. Estas três linhas, nas cores do fogo, recordam a ação constante do Espírito Santo, sempre ativo dentro da vida da Família, suscitando a cada momento novos horizontes e novas formas de ação, reafirmando a expressão de São Vicente: “O amor é inventivo ao infinito”.

A fonte tipográfica com que se escreveu FAMVIN é a Myriad web em minúsculas, uma forma de indicar a pequenez da Família Vicentina face aos desafios do mundo e um modo de assinalar a juventude e a esperança. Duas letras foram postas mais escuras: o F de “família” e o V de “vicentina”. Uma Família que se reafirma na herança espiritual de São Vicente de Paulo e de Santa Luísa de Marillac.

Uma estrela em azul pousa sobre o “i”. Ao mesmo tempo serve de pingo na letra e simboliza e relembra que a vocação vicentina, cristocêntrica em toda a sua expressão, conta com o apoio e a proteção da Mãe do Salvador, “Estrela da Evangelização”. O “i” é também a inicial de internacional. Hoje é fácil constatar que, onde a Família Vicentina está presente, existe um lugar consagrado à Virgem da Medalha Milagrosa.

O logotipo se completa com o título da Família Vicentina nas três línguas oficiais; se for necessário, o nome da Família poderia escrever nas línguas de onde a Família se faz presença constante como sinal de vida, de alegria e justiça para os Pobres. 

Alexis CERQUERA TRUJILLO,

Seminarista da C. M.