CONGREGAZIONE DELLA MISSIONE

CURIA GENERALIZIA

Via dei Capasso, 30Tel. (06) 661 3061

00164 Roma – ItaliaFax (06) 666 3831

e-mail: cmcuria@cmglobal.org

Roma, 31 de dezembro de 2007

Aos membros da Congregação da Missão

Circular sobre o Tempo Forte (de 3 a 7 de dezembro)

“Sabemos que quanto foi escrito no passado o foi para nossa instrução, a fim de que, através da perseverança e do consolo tenhamos esperança” (Rm. 15,4).

Caríssimos Coirmãos,

A graça e a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo encham seus corações agora e sempre!

O que lhes envio a seguir é um resumo dos assuntos que tratamos em nosso último encontro de tempo forte, de 3 a 7 de dezembro.

1.Começamos nosso encontro com um tempo de formação permanente. Convidamos o Pe. Willie Mueller, missionário do Verbo Divino, que trabalhou durante muitos anos na China, para nos falar sobre a situação atual da Igreja na China.

2.Acabamos de resolver algumas questões relativas ao novo “grupo de trabalho” nomeado para ocupar-se do tema da Formação Permanente. Os membros deste grupo são os Padres Dan Borlik, coordenador, Manuel Ginete, secretário, e Francisco Solás. Este grupo de trabalho se reunirá durante o encontro de tempo forte de março.

3.Acreditem ou não, já estamos nas etapas de planejamento de nossa próxima Assembléia Geral de 2010. Fizemos uma primeira escolha de Coirmãos para formar a Comissão Preparatória. O Superior Geral se comunicará com eles para confirmar sua participação. Nas próximas duas semanas, os Visitadores receberão um questionário para que possam sugerir alguns temas para o debate na Assembléia Geral.

4.Em 2010 celebraremos os 350 anos da morte de São Vicente. Fizemos uma chuva de idéias sobre as possíveis iniciativas a tomar. Sobre este tema, também consultaremos os Visitadores e outros grupos especiais de Coirmãos para pedir idéias sobre como poderíamos celebrar este memorável acontecimento. Formaremos uma comissão para esse tricentésimo qüinqüagésimo (350º) aniversário levando em conta outros membros da Família Vicentina. Sobre este tema vamos voltar a falar mais profundamente na reunião dos representantes da Família Vicentina, que teremos de 31 de janeiro a 2 de fevereiro próximos.

5.A comissão para a renovação do arquivo e da biblioteca da Cúria Geral apresentou um relatório. Faremos uma reforma importante no subsolo da Cúria, para lá instalar adequadamente o Arquivo, e reestruturaremos a biblioteca, providenciando um escritório para o bibliotecário e uma seção reservada para livros vicentinos.

6.O Irmão Lubo Zemla pediu ao Superior Geral para não continuar trabalhando na Cúria, tendo cumprido o acordo de cinco anos feito entre a anterior administração e a Província da Eslováquia. O Superior Geral e seu Conselho são muito gratos ao Lubo pelos serviços que prestou e começarão a buscar um novo Irmão para este serviço.

7.Recebemos um relatório do Pe. Julio Suescun sobre a Central de Comunicações e Publicações. Informou-nos que estão prontos novas pastas de correio eletrônico. Todos os Visitadores, Ecônomos e Secretários receberão um endereço para e-mails que esperamos estarão funcionando no começo do ano novo.

8.Tratamos de alguns assuntos econômicos. Como parte de um novo procedimento, foi apresentado e discutido um resumo do relatório econômico de cada Província. O Superior Geral escreverá a todas as Províncias levando em consideração as sugestões do Conselho. O Ecônomo Geral também recomendou que simplifiquemos os processos para a distribuição do Fundo das Missões. Ele e o Assistente para as Missões, Pe. José Antonio Ubillús, comunicarão aos beneficiários deste fundo os formulários modificados.

9.Recebemos um relatório da Comissão para a Promoção de Mudanças de Estruturas. Foram feitas duas propostas: 1) que se realizem dias de estudos, por continentes, nos próximos dois anos (2008-2009), sobre a mudança de estruturas; 2) que haja uma doação inicial para pôr em marcha projetos em favor dos Pobres, promovidos pela Família Vicentina.

10.Dialogamos sobre 9 projetos que foram apresentados para concorrer ao Prêmio Mudança de Estruturas. Foram escolhidos quatro projetos. O Ecônomo Geral informará o resultado às respectivas Províncias e também às demais participantes, indicando-lhes que, se o desejarem, podem enviar seus projetos para o prêmio de missões em julho ou deixá-los amadurecer para apresentação numa data posterior.

11.Recebemos o relatório trimestral da Central de Solidariedade Vicentina (CSV). Depois do último tempo forte foram aceitos dois novos projetos CSV e foram subvencionados três microprojetos. O Superior Geral e seu Conselho aprovaram o pedido para um projeto especial na Vice-Província dos Santos Cirilo e Metódio. Animo todos os Coirmãos a visitarem o “site” da Central de Solidariedade Vicentina: www.famvin.org/vso.

12.Recebemos um relatório do Padre John Freund, responsável (webmaster) pela página internet “famvin”. Animamos os que acessam esta página, em inglês, para que vejam o fenômeno “youtube”, pois os pequenos vídeos se estão tornando atualmente um importante instrumento apostólico. Em “famvin” foram inaugurados dois:http://youtube.com/famvin2007 e http://youtube.com/group/famvin.

13.O Pe. Manuel Ginete, Delegado para a Família Vicentina, apresentou seu relatório. Foram apresentadas diversas sugestões: que a central vicentina envie materiais, especialmente a carta anual dos responsáveis internacionais da Família Vicentina, a outros ramos da Família Vicentina além de aos grupos tradicionais; ver a possibilidade de oferecer formação permanente a comunidades masculinas da Família Vicentina. O Superior Geral se comunicará com os diretores do Centro Internacional de Formação (CIF), para estudar novas possibilidades ou para convidar esses grupos para participarem nalgum dos programas existentes. Também revimos a agenda proposta para o encontro anual dos representantes da Família Vicentina, pedindo, para isso, a opinião do Conselho Geral..

O Pe. Ginete também informou que fez uma conferência aos Coirmãos do Colégio Leoniano sobre “A função de liderança da Congregação da Missão na Família Vicentina: implicações para a formação permanente”.

14.Recebemos o relatório trimestral do representante vicentino nas Nações Unidas. Nele nos foi lembrado que, dia 10 de dezembro passado, as Nações Unidas celebraram o 60º aniversário da declaração universal dos direitos humanos. Este ano também se completa o 40º aniversário da Populorum Progressio. O Pe. Joseph Foley participou de um encontro sobre “o diálogo inter-religioso e intercultural para a tolerância, a compreensão e a paz”. Um dos documentos, intitulado “Um mundo comum entre nós”, é um convite dos muçulmanos aos responsáveis cristãos para o diálogo cristão-muçulmano. Este documento está à disposição de vocês através do Pe. Foley (jpfcm@verizon.net). Pode ser de muito interesse para os Coirmãos que trabalham em regiões onde a relação entre cristãos e muçulmanos é importante. O Pe. Foley também informou que conversou com os Irmãos da Caridade para ver a possibilidade de um colaboração mais ampla.

15.Recebemos um relatório do Pe. José Antonio Ubillús, que faz a nossa ligação com o Centro Internacional de Formação (CIF) de Paris. Como muitos sabem, temos um novo membro na equipe, o Pe. José Carlos Fonsatti, que assumirá a responsabilidade em lugar do Pe. Juan Julián Catalán, que terminará seu serviço em setembro de 2008.

Avaliamos o encontro de “Herança Vicentina”, realizado de 15 de abril a 12 de maio. Participaram 18 Coirmãos. Os próximos encontros não serão só em inglês e espanhol, mas também, quando for pedido, em português e francês. O programa do “míni CIF”, estabelecido para os que trabalham em universidades, aconteceu de 24 de junho a 28 de julho. Participaram apenas cinco Coirmãos, que avaliaram o mês muito positivamente. A anteriorSessão de Formação Permanente, de 9 de setembro a 7 de dezembro, contou com 19 Coirmãos da África e da Ásia e com um da Colômbia.

Programas de formação para 2008: Depois de seu encontro em Roma de 9 a 15 de janeiro, animo os novos Visitadores a participarem de um programa pensado especialmente para eles. O Secretariado Internacional de Estudos Vicentinos(SIEV) organizará um encontro, de 4 a 15 de fevereiro, nas instalações do CIF. O próximo curso de Herança Vicentina será, de 13 de abril a 10 de maio, em inglês, espanhol e português. O curso sobre liderança será oferecido de 22 de junho a 19 de julho. Os participantes neste programa serão os Visitadores e/ou um membro de seus Conselhos. O curso de Formação Permanente se realizará de 8 de setembro a 7 de dezembro. Mais uma vez, animo todos os Visitadores e todos os membros da Congregação a cuidar com seriedade de sua formação permanente. Nós somos nosso maior recurso e renovar-nos continuamente é uma questão de justiça em relação aos que somos chamados a servir.

16.Relatório do Assistente para as Missões. Dois Coirmãos, um do Equador e outro do Brasil, participaram, em Roma, de um curso de formação permanente para missionários. A avaliação deles ainda está para chegar. O Pe. Ubillús comunicou que, no futuro, teremos à nossa disposição bolsas para este programa.

17.Conferências de Visitadores. De particular interesse foi o documento final do encontro da Conferência Latino-Americana de Províncias Vicentinas (CLAPVI), realizado em Santo Domingo, para Irmãos da Congregação da Missão. Dialogamos sobre os diversos e possíveis caminhos para continuar promovendo a vocação dos Irmãos na Congregação da Missão, recordando as palavras de São Vicente “Ter um bom Irmão numa comunidade é ter um tesouro permanente”.

Recebemos a notícia de que o novo Secretário Executivo da Conferência das Províncias da África e Madagascar (COVIAM) é o Pe. Joseph Epok, da Região dos Camarões, da Província de Paris. Esta proposta foi confirmada pelo Visitador de Paris. Agradeço ao Pe. Emmanuel Typamm por seu serviço como Secretário Executivo até agora. Rezamos pelo Pe. Epok para que acompanhe os Visitadores da COVIAM em seu trabalho para desenvolver a missão das Províncias e Vice-Províncias e as missões na África.

18.Recebemos os relatórios de nossas missões internacionais de El Alto e de Papua-Nova Guiné.

19.Estudamos os pedidos que vieram em cinco respostas à última carta do Superior Geral, em que convidei voluntários para as missões. Animamos outros Coirmãos, se se sentem empolgados por qualquer dos possíveis lugares de missão apresentados na carta de “chamada missionária” de outubro, que continuem amadurecendo sua reflexão e que escrevam ao Superior Geral. Sabemos que a messe é grande mas os trabalhadores são poucos;por isso continuamente rogamos ao Senhor que envie operários para a sua messe.

Agradeço a amável atenção de vocês a esta carta.

Seu irmão em São Vicente,

G. Gregory Gay, C. M.,

Superior Geral