VOLTAR

Memória Litúrgica de Santa Agostina Pietrantoni (13 de Novembro)

Aos 27 de março de 1864, no pequeno povoado de Pozzaglia (Itália), nasceu e foi batizada a menina Lívia. Sempre trabalhou, mesmo quando criança, transportando inúmeros baldes com pedras e areia destinados à construção de estradas. Já durante o inverno, seu trabalho era como lavradora, na colheita de azeitonas.

Sentindo o chamado de Deus, orientou sua vida para o seguimento de Cristo assumido com radicalidade. Com 22 anos, a 23 de março de 1886, ingressou na Congregação das Irmãs de Caridade de Santa Joana Antida Thouret. Terminado o tempo inicial de formação e com seu nome mudado para Agostina, foi enviada para o Hospital Santo Espírito, chamado de “ginásio da caridade cristã”, onde expressou sua caridade até o heroísmo. Aí, em meio a seus ofícios, no dia 13 de novembro de 1894, foi esfaqueada por um paciente, a quem servira com todo amor e atenção. Foi beatificada a 12 de novembro de 1972 e canonizada a 18 de abril de 1999.

[su_tabs active="1"] [su_tab title="Invitatório"]
Antífona: Adoremos o Cordeiro, a quem as virgens sempre seguem!
 
Salmo 94/95
Convite ao louvor de Deus e admoestação
 
- Vinde, exultemos de alegria no Senhor
aclamemos o rochedo que nos salva!
- Ao seu encontro caminhemos com louvores,
e com cantos de alegria o celebremos!
 
- Na verdade, o Senhor é o grande Deus,
o grande Rei, muito maior que os deuses todos.
- Tem nas mãos as profundezas dos abismos,
e as alturas das montanhas lhe pertencem;
- o mar é dele, pois foi ele quem o fez,
e a terra firme suas mãos a modelaram.
 
- Vinde, adoremos e prostremo-nos por terra,
e ajoelhemo-nos ante o Deus que nos criou!
= Porque ele é o nosso Deus, nosso Pastor, †
e nós somos o seu povo e seu rebanho,
as ovelhas que conduz com sua mão.
 
= Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: †
“Não fecheis os corações como em Meriba,
como em Massa, no deserto, aquele dia,
- em que outrora vossos pais me provocaram,
apesar de terem visto as minhas obras”.
 
= Quarenta anos desgostou-me aquela raça †
e eu disse: “Eis um povo transviado,
seu coração não conheceu os meus caminhos!”
- E por isso lhes jurei na minha ira:
“Não entrarão no meu repouso prometido!”
[/su_tab] [su_tab title="Ofício das Leituras"]
Hino
 
O mais suave dos hinos
entoe o povo de Deus,
pois eis que hoje uma virgem
subiu à glória do céu.
 
No exílio ainda na terra.
já se entregava ao louvor;
agora, junta-se aos santos
nos mesmos hinos de amor.
 
A frágil carne domando,
rosa entre espinhos floriu;
calcando as pompas do mundo,
do Cristo os passos seguiu.
 
As suas preces ouvindo,
Jesus nos dê sua mão,
sempre a guiar nossos passos
para a celeste mansão.
 
Ao Pai e ao Espírito unido,
nós te adoramos, Jesus:
caminho estreito e seguro
que à vida eterna conduz.
 
Salmodia
 
Ant. 1. Virgem sábia e vigilante, já brilhais na eterna glória com Jesus, o eterno Verbo, vosso Esposo imaculado.
 
Salmo 18/19A
- Os céus proclamam a glória do Senhor,
e o firmamento, a obra de suas mãos;
- o dia ao dia transmite esta mensagem,
a noite à noite publica esta notícia.
 
- Não são discursos nem frases ou palavras,
nem são vozes que possam ser ouvidas;
- seu som ressoa e se espalha em toda a terra,
chega aos confins do universo a sua voz.
 
- Armou no alto uma tenda para o sol;
ele desponta no céu e se levanta
- como um esposo do quarto nupcial,
como um herói exultante em seu caminho.
 
- De um extremo do céu põe-se a correr
e vai traçando o seu rastro luminoso,
- até que possa chegar ao outro extremo,
e nada pode fugir ao seu calor.
 
Ant. Virgem sábia e vigilante, já brilhais na eterna glória com Jesus, o eterno Verbo, vosso Esposo imaculado.
 
Ant. 2. Todo o amor eu consagrei a Jesus Cristo, meu Senhor; e o preferi aos bens do mundo e à glória desta terra.
 
Salmo 44/45
I
= Transborda um poema do meu coração; †
vou cantar-vos, ó Rei, esta minha canção;
minha língua é qual pena de um ágil escriba.
 
= Sois tão belo, o mais belo entre os filhos dos homens!†
Vossos lábios espalham a graça, o encanto,
porque Deus, para sempre, vou deu sua bênção.
 
- Levai vossa espada de glória no flanco,
herói valoroso, no vosso esplendor;
- saí para a luta no carro de guerra
em defesa da fé, da justiça e verdade!
 
= Vossa mão vos ensine valentes proezas, †
vossas flechas agudas abatam os povos
e firam no seu coração o inimigo!
 
= Vosso trono, ó Deus, é eterno, é sem fim; †
vosso cetro real é sinal de justiça:
Vós amais a justiça e odiais a maldade.
 
= É por isso que Deus vos ungiu com seu óleo †
deu-vos mais alegria que aos vossos amigos.
Vossas vestes exalam preciosos perfumes.
 
- De ebúrneos palácios os sons vos deleitam.
As filhas de reis vêm ao vosso encontro,
- e à vossa direita se encontra a rainha
com veste esplendente de ouro de Ofir.
 
Ant. Todo o amor eu consagrei a Jesus Cristo, meu Senhor; e o preferi aos bens do mundo e à glória desta terra.
 
Ant. 3. O Rei se encantou coma vossa beleza; prestai-lhe homenagem: é o vosso Senhor!
 
II
 
- Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto:
“Esquecei vosso povo e a casa paterna!
- Que o rei se encante com vossa beleza!
Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!
 
- O povo de Tiro vos traz seus presentes,
os grandes do povo vos pedem favores.
- Majestosa, a princesa real vem chegando,
vestida de ricos brocados de ouro.
 
- Em vestes vistosas ao rei se dirige,
e as virgens amigas lhe formam cortejo;
- entre cantos de festa e com grande alegria,
ingressam, então, no palácio real”.
 
- Deixareis vossos pais, mas tereis muitos filhos;
fareis deles os reis soberanos da terra.
- Cantarei vosso nome de idade em idade,
para sempre haverão de louvar-vos os povos!
 
Ant. O Rei se encantou coma vossa beleza; prestai-lhe homenagem: é o vosso Senhor!
 
V/. O caminho da vida me ensinais.
R/. Delícia eterna e alegria ao vosso lado.
 
Primeira Leitura (1Cor 7,25-40)
A virgindade cristã.
 
                Irmãos, a respeito das pessoas solteiras, não tenho nenhum mandamento do Senhor. Mas, como alguém que, por misericórdia de Deus, merece confiança, dou uma opinião: Penso que, em razão das angústias presentes, é vantajoso não se casar, é bom cada qual estar assim. Estás ligado a uma mulher? Não procures desligar-te. Não estás ligado a nenhuma mulher? Não procures ligar-te. Se, porém, casares, não pecas. E, se a virgem se casar, não peca. Mas as pessoas casadas terão tribulações da vida matrimonial; e eu gostaria de poupar-vos isso. Eu digo, irmãos: o tempo está abreviado. Então, que, doravante, os que têm mulher vivam como se não tivessem mulher; e os que choram, como se não chorassem; e os que estão alegres, como se não estivessem alegres; e os que fazem compras, como se não possuíssem adquirindo coisa alguma; e os que usam do mundo, como se dele não estivessem gozando. Pois a figura deste mundo passa. Eu gostaria que estivésseis livres de preocupações. O homem não casado é solícito pelas coisas do Senhor e procura agradar ao Senhor. O casado preocupa-se com as coisas do mundo e procura agradar à sua mulher e, assim, está dividido. Do mesmo modo, a mulher não casada e a jovem solteira têm zelo pelas coisas do Senhor e procuram ser santas de corpo e espírito. Mas a que se casou preocupa-se com as coisas do mundo e procura agradar ao seu marido. Digo isto para o vosso próprio bem e não para vos armar um laço. O que eu desejo é levar-vos ao que é melhor, permanecendo junto ao Senhor, sem outras preocupações.
                Se alguém, transbordando de paixão, acha que não vai poder respeitar sua noiva, e que as coisas devem seguir o seu curso, faça o que quiser; não peca; que se casem. Quem, ao contrário, por uma firme convicção, sem constrangimento, mas por livre vontade, resolve respeitar a sua noiva faz bem, e quem não se casa procede melhor.
                A mulher está ligada ao marido enquanto ele vive; uma vez que o marido faleça, ela fica livre de casar com quem quiser, mas só no Senhor. Mais feliz será ela se permanecer assim, conforme meu conselho. Pois também creio ter o Espírito de Deus.
 
Responsório
R/. O Rei se encantou com a tua beleza, que ele criou; É teu Deus, é teu Rei, teu Senhor, teu Esposo. V/.Recebeste o dote de Deus, teu Esposo: redenção, santidade, enfeites e jóias. É o teu Deus.
 
Segunda Leitura
Trechos dos escritos de Santa Agostina Pietrantoni
 
Eu, no mundo, sou um nada, mas o Senhor me escolheu unicamente pela sua bondade. (...) Oh! Quanto me anima e me faz forte a certeza de que o mínimo serviço feito ao pobre enfermo, que está na miséria e na dor, me dá a santa alegria de servir o próprio Deus, aquele Deus que me tem abençoado tanto… Sempre terei na mira a sua glória e seu interesse pelos Pobres. (...) Sacrifiquemo-nos por Jesus. Não podemos fazer coisas grandes, mas o pouco que fazemos, devemos fazê-lo com perfeição. Busquemos ver nos doentes os membros de Jesus sofredor; eu o faço pelo Senhor, mas para Deus tudo é pouco. (...) Os enfermos não são maus, são sofredores e precisam ser compreendidos. (...) Distribuir remédios, todos podem e são capazes de fazer, mas a missão da religiosa é outra: é salvar as almas dos doentes, e nesta obra pode fazer muito. (...) É necessário fazer tudo por amor a Deus. Se se faz de outra forma, tudo é inútil, como é inútil se fatigar. E quando se tem feito muito é como se nada tivesse sido feito. (...)
Minha Madre, deixe-me com os tuberculosos, porque já estou acostumada, conheço os doentes e estou doente como eles. Se outra vier ela também contrairá o mal e seremos assim duas vítimas. O Senhor sabe o que é necessário para minha alma e deseja me curar. (...)
Nosso Senhor perdoou e fez bem aos seus assassinos; é necessário imitar sua paciência e bondade. Sim, irmãs, estamos expostas, mas o Senhor cuidará de nós. Por isso, não devemos abandonar nosso trabalho de caridade para fugir do perigo, mesmo que ele nos custe a vida. Devemos esperar de tudo, pois o próprio Jesus foi tratado assim.
 
Responsório Breve
R/. Virgem de Cristo, como é grande a tua beleza! Do Senhor tu mereceste receber a coroa da perpétua virgindade. V/.  Nada pode arrebatar-te a grande glória da tua virgindade consagrada, nem separar-te do amor de Jesus Cristo. Do Senhor.
 
Oração
Deus e Salvador nosso, ouvi a nossa súplica, para que, alegrando-nos com a festa de Santa Agostina Pietrantoni, aprendamos a vos servir com amor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
[/su_tab] [su_tab title="Laudes"]
Hino
 
Com tua lâmpada acesa,
viste chegar o Senhor;
do Esposo sentas-te à mesa,
cheia de graça e esplendor.
 
Para uma eterna aliança,
põe-te no dedo um anel;
cessam a fé e a esperança:
Belém se torna Betel.
 
Dá que aprendamos contigo
ter sempre os olhos nos céus:
calcar o mundo inimigo,
buscar a glória de Deus.
 
Jesus nos dê, por Maria,
que como Mãe te acolheu,
tê-lo na terra por guia,
ao caminhar para o céu.
 
Ao Pai e ao Espírito glória,
ao Filho o mesmo louvor,
pois virginal é a vitória
da que desposa o Senhor.
 
Salmodia
Ant. 1. Eu me decido livremente pelo Cristo: com ardente coração eu quero amá-lo e desejo estar com ele para sempre.
 
Salmo 62/63,2-9
Sede de Deus
- Sois vós, ó Senhor, o meu Deus!
Desde a aurora ansioso vos busco!
= A minh’alma tem sede de vós, †
minha carne também vos deseja,
como a terra sedenta e sem água!
 
- Venho, assim, contemplar-vos no templo,
para ver vossa glória e poder.
- Vosso amor vale mais do que a vida:
e por isso meus lábios vos louvam.
 
- Quero, pois, vos louvar pela vida,
e elevar para vós minhas mãos!
- A minh’alma será saciada,
como em grande banquete de festa;
- cantará a alegria em meus lábios,
ao cantar para vós meu louvor!
 
- Penso em vós no meu leito, de noite,
nas vigílias suspiro por vós!
Para mim fostes sempre um socorro;
de vossas asas à sombra eu exulto!
- Minha alma se agarra em vós;
com poder vossa mão me sustenta.
 
Ant. 1. Eu me decido livremente pelo Cristo: com ardente coração eu quero amá-lo e desejo estar com ele para sempre.
 
Ant. 2. Bendizei o Senhor, santas virgens, que nos chama ao amor indiviso e coroa em vós os seus dons!
 
Cântico – Dn 3,57-88.56
Louvor das criaturas ao Senhor
- Obras do Senhor, bendizei o Senhor,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- Céus do Senhor, bendizei o Senhor!
Anjos do Senhor, bendizei o Senhor!
 
(Refrão: Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
Ou A Ele glória e louvor eternamente!)
 
- Águas do alto céu, bendizei o Senhor!
Potências do Senhor, bendizei o Senhor!
- Lua e sol, bendizei o Senhor!
Astros e estrelas, bendizei o Senhor!
 
- Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!
Brisas e ventos, bendizei o Senhor!
- Fogo e calor, bendizei o Senhor!
Frio e ardor, bendizei o Senhor!
 
- Orvalhos e garoas, bendizei o Senhor!
Geada e frio, bendizei o Senhor!
- Gelos e neves, bendizei o Senhor!
Noites e dias, bendizei o Senhor!
 
- Luzes e trevas, bendizei o Senhor!
Raios e nuvens, bendizei o Senhor!
- Ilhas e terra, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
- Montes e colinas, bendizei o Senhor!
Plantas da terra, bendizei o Senhor!
- Mares e rios, bendizei o Senhor!
Fontes e nascentes, bendizei o Senhor!
 
- Baleias e peixes, bendizei o Senhor!
Pássaros do céu, bendizei o Senhor!
- Feras e rebanhos, bendizei o Senhor!
Filhos dos homens, bendizei o Senhor!
 
- Filhos de Israel, bendizei o Senhor!
Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
- Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!
Servos do Senhor, bendizei o Senhor!
 
- Almas dos justos, bendizei o Senhor!
Santos e humildes, bendizei o Senhor!
- Jovens Misael, Ananias e Azarias,
louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!
 
- Ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo
louvemos e exaltemos pelos séculos sem fim!
- Bendito sois, Senhor, no firmamento dos céus!
Sois de digno de louvor e de glória eternamente!
 
No fim deste cântico não se diz Glória ao Pai...
 
Ant. 2. Bendizei o Senhor, santas virgens, que nos chama ao amor indiviso e coroa em vós os seus dons!
 
Ant. 3. Exultem os fiéis em sua glória, pois a carne e o sangue superaram e alcançaram a vitória sobre o mundo.
 
Salmo 149
A alegria e o louvor dos santos
- Cantai ao Senhor Deus um canto novo,
e o seu louvor na assembléia dos fiéis!
- Alegre-se Israel em quem o fez,
e Sião se rejubile no seu Rei!
- Com danças glorifiquem o seu nome,
toquem harpa e tambor em sua honra!
 
- Porque, de fato, o Senhor ama seu povo
e coroa com vitória dos seus humildes.
- Exultem os fiéis por sua glória,
e cantando se levantem de seus leitos,
- com louvores do Senhor em sua boca
e espadas de dois gumes em sua mão,
 
- para exercer sua vingança entre as nações
e infligir o seu castigo entre os povos,
- colocando nas algemas os seus reis,
e seus nobres entre ferros e correntes,
- para aplicar-lhes a sentença já escrita:
Eis a glória para todos os seus santos.
 
Ant. 3. Exultem os fiéis em sua glória, pois a carne e o sangue superaram e alcançaram a vitória sobre o mundo.
 
Leitura Breve (Ct 8,7)
Águas torrenciais jamais apagarão o amor, nem rios poderão afogá-lo. Se alguém oferecesse todas as riquezas de sua casa para comprar o amor, seria tratado com desprezo.
 
Responsório Breve
R/. Senhor, é vossa face que eu procuro. Meu coração fala convosco confiante. R/. Senhor. V/. Senhor, não me escondais a vossa face! Meu coração. Glória ao Pai. R/. O Senhor.
 
Ant. Benedictus
A virgem prudente entrou para as bodas e vive com Cristo na glória celeste. Como o sol, ela brilha entre os coros das virgens.
 
Preces
Glorifiquemos a Cristo, esposo e prêmio das virgens, e lhe supliquemos com fé:
Jesus, prêmio das virgens, ouvi-nos!
Cristo, amado pelas santas virgens como único Esposo,
– concedei que nada nos separe do vosso amor.
Corastes Maria como Rainha das virgens,
– concedei-nos, por sua intercessão, que vos sirvamos sempre de coração puro.
Por intercessão de vossas servas, que a vós se consagraram de todo o coração para serem santas de corpo e alma;
– concedei que jamais a instável figura deste mundo nos afaste de vós.
Senhor Jesus, esposo por cuja vinda as virgens prudentes esperaram sem desanimar,
– concedei que vos aguardemos vigilantes na esperança.
Por intercessão de Santa Agostina Pietrantoni, uma das virgens sábias e prudentes,
– concedei-nos sabedoria e uma vida sem mancha.
Pai Nosso.
 
Oração
Deus e Salvador nosso, ouvi a nossa súplica, para que, alegrando-nos com a festa de Santa Agostina Pietrantoni, aprendamos a vos servir com amor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
[/su_tab] [su_tab title="I Vésperas"]
Hino
 
Jesus, coroa das virgens,
por Virgem Mãe concebido,
perdoai os nossos pecados,
atendei nosso pedido!
 
Por entre as virgens passando,
entre alvos lírios pousais,
e a todas elas saudando
o prêmio eterno entregais.
 
Por toda a parte onde fordes,
as virgens seguem cantando,
e os mais suaves louvores
vão pelo céu ressoando.
 
Nós vos pedimos a graça
de um coração sem pecado,
qual diamante sem jaça,
por vosso amor transformado.
 
Ao Pai e ao Espírito unido,
vos adoramos, ó Filho:
por Virgem Mãe concebido,
das virgens todas auxílio.
 
Salmodia
Ant. 1. Consagrei-me totalmente a vós, Senhor, divino Esposo! Agora vou ao vosso encontro, tendo acesa a minha lâmpada.
 
Salmo 121/122
- Que alegria quando ouvi que me disseram:
“Vamos à casa do Senhor!”
- E agora nossos pés já se detêm,
Jerusalém, em tuas portas.
 
- Jerusalém, cidade bem edificada
num conjunto harmonioso;
- para lá sobem as tribos de Israel,
as tribos do Senhor.
 
- Para louvar, segundo a lei de Israel,
o nome do Senhor.
- A sede da justiça lá está
e o trono de Davi.
 
- Rogai que viva em paz Jerusalém,
e em segurança os que te amam!
- Que a paz habite dentro de teus muros,
tranqüilidade em teus palácios!
 
- Por amor a meus irmãos e meus amigos,
peço: “A paz esteja em ti!”
- Pelo amor que tenho à casa do Senhor,
eu te desejo todo bem!
 
Ant. 1. Consagrei-me totalmente a vós, Senhor, divino Esposo! Agora vou ao vosso encontro, tendo acesa a minha lâmpada.
 
Ant. 2. Felizes os puros em seu coração, porque eles verão o seu Deus face a face.
 
Salmo 126/127
- Se o Senhor não edificar a nossa casa,
em vão trabalharão seus construtores.
- Se o Senhor não vigiar nossa cidade,
em vão vigiarão as sentinelas!
 
- É inútil levantar de madrugada,
ou à noite retardar vosso repouso,
- para ganhar o pão sofrido do trabalho,
que a seus amados Deus concede enquanto dormem.
 
- Os filhos são a bênção do Senhor,
o fruto das entranhas, sua dádiva.
- Como flechas que um guerreiro tem na mão,
são os filhos de um casal de esposos jovens.
 
- Feliz aquele pai que com tais flechas
consegue abastecer a sua aljava!
- Não será envergonhado ao enfrentar
seus inimigos junto às portas da cidade.
 
Ant. 2. Felizes os puros em seu coração, porque eles verão o seu Deus face a face.
 
Ant. 3. A minha firmeza é a força de Cristo; o meu fundamento é a Pedra angular.
 
Cântico – Ef 1,3-10
- Bendito e louvado seja Deus,
o Pai de Jesus Cristo, Senhor nosso,
- que do alto do céu nos abençoou em Jesus cristo
com bênção espiritual de toda sorte!
 
(Refrão: Bendito sejais vós, nosso Pai, que nos abençoastes em Cristo!)
 
- Foi em Cristo que Deus Pai nos escolheu,
já bem antes de o mundo ser criado,
- para que fossemos, perante a sua face,
sem mácula e santos pelo amor.
 
= Por livre decisão de sua vontade †
predestinou-nos, através de Jesus Cristo,
a sermos nele os seus filhos adotivos,
- para o louvor e para a glória de sua graça,
que em seu Filho bem-amado nos doou.
 
- É nele que nós temos redenção,
dos pecados remissão pelo seu sangue.
= Sua graça transbordante e inesgotável †
Deus derrama sobre nós com abundância,
de saber e inteligência nos dotando.
 
- E assim ele nos deu a conhecer
o mistério de seu plano e sua vontade,
- que propusera em seu querer benevolente,
na plenitude dos tempos realizar:
- o desígnio de, em Cristo, reunir
todas as coisas: as da terra e as do céu.
 
Ant. 3. A minha firmeza é a força de Cristo; o meu fundamento é a Pedra angular.
 
Leitura Breve (1Cor 7,32b-34a)
O homem não casado é solícito pelas coisas do Senhor e procura agradar ao Senhor. Do mesmo modo, a mulher não casada e a jovem solteira têm zelo pelas coisas do Senhor e procuram ser santas de corpo e espírito.
 
Responsório Breve
R/. As virgens amigas ao Rei se dirigem, Entre cantos de festa e com grande alegria. R/. As virgens. V/.Ingressam, então, no palácio do Rei. Entre cantos. Glória ao Pai. R/. As virgens.
 
Ant. Magnificat
Oh, vinde, esposa de Cristo, recebei a coroa da glória que o Senhor preparou para sempre.
 
Preces
Com alegria, celebremos a Cristo, que louvou quem guarda a virgindade por causa do Reino dos céus, e lhe peçamos:
Jesus, rei das virgens, ouvi-nos!
Cristo, que chamastes à vossa presença de único Esposo a Igreja como virgem casta,
– tornai-a santa e imaculada.
Cristo, ao vosso encontro as santas virgens saíram com lâmpadas acesas,
– não permitais que venha a faltar o óleo da fidelidade nas lâmpadas de vossas servas consagradas.
Senhor, em vós a Igreja virgem guardou sempre uma fé íntegra e pura,
– concedei a todos os cristãos a integridade e a pureza da fé.
Dai ao vosso povo regozijar-se com a festa de Santa Agostina Pietrantoni,
– que ele possa alegrar-se com a sua intercessão.
Recebestes as santas virgens para a ceia de vossas núpcias eternas,
– admiti com bondade no banquete celeste os nossos irmãos e irmãs falecidos.
Pai Nosso.
 
Oração
Deus e Salvador nosso, ouvi a nossa súplica, para que, alegrando-nos com a festa de Santa Agostina Pietrantoni, aprendamos a vos servir com amor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
[/su_tab] [su_tab title="II Vésperas"][/su_tab] [su_tab title="Missa"]
Antífona de Entrada
Esta é uma virgem sábia, do número das prudentes, que foi ao encontro de Cristo com sua lâmpada acesa.
 
Oração
Deus e Salvador nosso, ouvi a nossa súplica, para que, alegrando-nos com a festa de Santa Agostina Pietrantoni, aprendamos a vos servir com amor. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
 
Primeira Leitura (Ap 19,1.5-9a)
Felizes são os convidados para o banquete das núpcias do Cordeiro.
 
Leitura do Apocalipse de São João
Eu, João, ouvi um forte rumor, de uma grande multidão no céu, que clamava: “Aleluia! A salvação, a glória e o poder pertencem ao nosso Deus”. Então, uma voz saiu do trono, convidando: “Louvai o nosso Deus, todos os seus servos e todos os que o temeis, pequenos e grandes”. Ouvi também o rumor de uma grande multidão. Parecia o fragor de águas torrenciais e o ribombar de fortes trovões. A multidão aclamava: “Aleluia! O Senhor, nosso Deus, o Todo-poderoso passou a reinar. Fiquemos alegres e contentes, e demos glória a Deus, porque chegou o tempo das núpcias do Cordeiro. Sua esposa já se preparou. Foi-lhe dado vestir-se com linho brilhante e puro”. (O linho significa as obras justas dos santos.) E um anjo me disse: “Escreve: Felizes são os convidados para o banquete das núpcias do Cordeiro”.
Palavra do Senhor.
 
Salmo Responsorial (Sl 44/45,11-12.14-15.16-17)
Refrão: Eis que vem o esposo chegando: saí ao encontro de Cristo!
– Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: “Esquecei vosso povo e a casa paterna! Que o Rei se encante com vossa beleza! Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!
– Majestosa, a princesa real vem chegando, vestida de ricos brocados de ouro. Em vestes vistosas ao Rei se dirige, e as virgens amigas lhe formam cortejo;
– entre cantos de festa e com grande alegria, ingressam então no palácio real”. Deixareis vossos pais, mas tereis muitos filhos; fareis deles os reis soberanos da terra.
 
Evangelho (Mt 25,1-13)
O noivo está chegando: ide ao seu encontro!
 
† Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos esta parábola: “O Reino dos céus é como a história das dez jovens que pegaram suas lâmpadas de óleo e saíram ao encontro do noivo. Cinco delas eram imprevidentes, e as outras cinco eram previdentes. As imprevidentes pegaram as suas lâmpadas, mas não levaram óleo consigo. As previdentes, porém, levaram vasilhas com óleo junto com as lâmpadas. O noivo estava demorando e todas elas acabaram cochilando e dormindo. No meio da noite, ouviu-se um grito: ‘O noivo está chegando. Ide ao seu encontro!’ Então as dez jovens se levantaram e prepararam as lâmpadas. As imprevidentes disseram às previdentes: ‘Dai-nos um pouco de óleo, porque nossas lâmpadas estão se apagando’. As previdentes responderam: ‘De modo nenhum, porque o óleo pode ser insuficiente para nós e para vós. É melhor irdes comprar aos vendedores’. Enquanto elas foram comprar óleo, o noivo chegou, e as que estavam preparadas entraram com ele para a festa de casamento. E a porta se fechou. Por fim, chegaram também as outras jovens e disseram: ‘Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!’ Ele, porém, respondeu: ‘Em verdade eu vos digo: Não vos conheço!’ Portanto, ficai vigiando, pois não sabeis qual será o dia nem a hora”.
Palavra da Salvação.
 
Oração sobre as Oferendas
Ó Deus, ouvi as nossas preces, ao proclamarmos as vossas maravilhas em Santa Agostina Pietrantoni, e, assim como vos agradou por sua vida, seja de vosso agrado o nosso culto. Por Cristo, Nosso Senhor.
 
Antífona da Comunhão
Eis que vem o Esposo; ide ao encontro do Cristo, o Senhor!
 
Oração depois da Comunhão
Senhor, nosso Deus, fortalecidos pela participação nesta Eucaristia, fazei que, a exemplo de Santa Agostina Pietrantoni, nos esforcemos por servir unicamente a vós, trazendo em nosso corpo os sinais dos sofrimentos de Jesus, que vive e reina para sempre.
 
Oração pelas Vocações Vicentinas
Esperança de Israel, seu Salvador no tempo da tribulação, do alto do céu dignai-vos lançar sobre nós um olhar propício. Vede e visitai esta vinha. Inundai de águas fecundas todos os seus sulcos. Multiplicai seus rebentos e tornai-a perfeita. Foi a vossa mão direita que a plantou. A seara é verdadeiramente abundante, mas os operários são poucos. Nós vos pedimos, pois, a Vós, que sois o dono da seara, que envieis operários para a vossa messe. Multiplicai a família e enchei-a de alegria, a fim de que sejam edificadas as muralhas de Jerusalém. É vossa esta casa, ó meu Deus, é vossa esta casa. Nela não haja, eu vos suplico, nenhuma pedra que não tenha sido colocada pela vossa santa mão. E aqueles que Vós chamastes, conservai-os em vosso nome e santificai-os na verdade. Amém.
[/su_tab] [/su_tabs]